Tricolor desperdiça chances no primeiro tempo e é castigado com gol de pênalti

Em jogo disputado na noite desta terça-feira, no Estádio Castelão, o Sampaio Corrêa conheceu sua segunda derrota na Série B, com novo gol de pênati sofrido.

A equipe Tricolor foi superior na etapa inicial, mas desperdiçou muitas chances e sofreu o castigo no segundo tempo com a marcação da penalidade.

O Jogo

O panorama do primeiro tempo se desenhou de forma aberta. Equipes abrindo a guarda para buscar o gol. Os visitantes chegaram a assustar com uma bola na rede, mas o jogador estava impedido.

Na sequência, o Sampaio respondeu com perigo, e Jackson quase aproveita um passe em profundidade, defendido pelo goleiro, que depois salvou um chute forte de Gustavo Ramos.

Daniel Penha também experimentou o goleiro do Juventude com um tiro à queima-roupa. Mas foi de Eloir a melhor chance da Bolívia na etapa inicial, num lance em que o zagueiro adversário se atirou para salvar o gol Tricolor. Foi por pouco. No lance seguinte, Roney também quase marca, só que a bola passou rente à trave.

Apesar do maior volume de jogo, o Sampaio não conseguiu marcar o gol e o placar ficou zerado nos primeiros 45 minutos.

Na etapa final, o lance decisivo da partida aconteceu logo aos seis minutos, em pênalti marcado para o Juventude, não desperdiçado pela equipe gaúcha.

Apesar de ter tido praticamente todo o segundo tempo para buscar a igualdade, a equipe Tricolor não conseguiu vazar a zaga adversária e conheceu seu segundo revés na competição.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa vai até o Sul do país encarar a Chapecoense, em duelo no domingo, às 11h da manhã.

Ficha Tricolor

Gustavo, Joazi (Luis Gustavo), Paulo Sergio, Daniel Felipe e João Victor; André Luis, Eloir, Daniel Penha (Marcinho) e Gustavo Ramos (Diego Tavares); Roney (Luan) e Jackson (Caio Dantas).

(Foto: Lucas Almeida)

Comentários