Wellington do Curso volta a cobrar de Flavio Dino esclarecimentos sobre a compra de respiradores superfaturados

Nesta quarta-feira (24), o deputado estadual Wellington do Curso voltou a cobrar esclarecimentos por parte do governador Flávio Dino quanto à realização duas compras de respiradores superfaturados é que não foram entregues. De acordo com dados do Portal Transparência, no dia 06 de abril de 2020, o estado do Maranhão realizou o pagamento adiantado de R$ 4.947.535,80 por 30 (trinta) respiradores que deveriam ser trazidos da China e com data prevista para entrega em 23 de abril, mas que nunca chegaram aos hospitais da rede estadual. Já no dia 04 de maio de 2020, o Governo do estado realizou uma segunda compra no valor de R$ 8.743.680 por 40 (quarenta) respiradores e efetuou o pagamento da primeira parcela no valor de R$ 4.371.840,00. Até hoje, os respiradores não chegaram ao Maranhão.

Ao cobrar esclarecimentos, Wellington destacou que a falta de transparência do governador Flávio Dino tem sido algo preocupante, vez que, aparentemente, usa de uma pandemia para cometer absurdos.

“Até hoje, aguardamos um esclarecimento por parte do governador Flávio Dino. Se até o presente momento os respiradores não foram entregues ao estado do Maranhão, tem-se a conclusão óbvia de que todas as ações praticadas por Flávio Dino implicaram em danos ao patrimônio público. Em meio à pandemia, a necessidade de um equipamento que pode ser decisivo para salvar vidas está servindo de justificativa para que o governo de Flávio Dino gaste milhões de reais numa compra com um preço completamente fora da realidade. Flávio Dino realizou duas compras! Uma para 30 respiradores (R$ 164 mil cada aparelho) e a segunda para 40 respiradores (R$ 218 mil cada aparelho). O governador pagou ambas de forma adiantada, mas até hoje nada chegou. Ao invés de tentar me calar, Flávio Dino deveria explicar as razões pelas quais agiu de forma irresponsável com o dinheiro público e poderá responder pelo crime de improbidade”, disse Wellington.

Comentários